As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Click Parana - https://www.clickparana.com
27/08/2018
Propaganda enganosa do Parque do Monge e denunciada na Lapa

Propaganda enganosa do Parque do Monge é denunciada na Lapa
Por Assessoria 27/08/2018 - 08:23 hs

Propaganda enganosa do Parque do Monge é denunciada na Lapa
Imagine se você estivesse em outra cidade, estado, região ou até mesmo um pais estrangeiro e fosse procurar uma fonte segura de informação para escolher um destino para viajar com a família ou grupo de turismo e como oito entre dez seres humanos, procurasse na internet as melhores referencias em relação ao local a ser visitado. Se no caso seu destino fosse o Paraná, mais especificamente o Parque Estadual do Monge na histórica cidade da Lapa e você entrasse no site oficial do turismo do Estado: www.turismo.pr.gov.br e acessasse estas informações:

Principais Atrativos

Parque Estadual do Monge - Gruta do Monge

O Parque foi criado pela lei no 4170, de 1960 e pelo decreto no 8575, de 1962. Possui uma área de 371,6 hectares, de mata atlântica sendo considerado uma reserva de Patrimônio Natural de significativo valor para o município da Lapa. Ladeada por significativa vegetação, além de quedas d'água, e uma fonte de água considerada milagrosa, é equipado com canchas de voleibol, churrasqueiras, lanchonete, restaurante e instalações sanitárias.

Uma de suas principais atrações é a Gruta do Monge. Local de peregrinação religiosa atrai milhares de fiéis. Neste espaço, viveu por algum tempo o Monge João Maria D'Agostinis, que se dedicava ao estudo das plantas da região, medicava enfermos, realizava profecias e fazia orações, razão pela qual é procurado e visitado por grande número de pessoas que buscam neste local, a cura para seus males. Isto justifica a presença de milhares de ex-votos e romeiros, movidos pelos fenômenos extraordinários evidenciados pelo poder da fé.

Chega-se à Gruta por uma extensa escada em pedra, próxima ao Mirante, que desce a uma fonte de água pura. Uma das trilhas que tem início neste espaço leva à "Pedra Partida" grande salão feito de pedra com uma fenda, ocorrido através do desgaste da pedra ao longo de milhares de anos.

O acesso ao parque se dá pela Avenida Getúlio Vargas, toda pavimentada num percurso de 3,5 km da cidade até o parque. No alto da elevação, quase na entrada do parque, ao lado direito está o mirante do Cristo, abençoando a cidade e, ao lado esquerdo a Hípica Jorge Sera, em cancha reta de 500m com quatro pistas, atraindo admiradores do turfe de diferentes regiões para a prática deste esporte bem como competições regionais.

Você certamente ficaria frustrado, primeiro por não encontrar: canchas de voleibol, churrasqueiras, lanchonete, restaurante, prometidos no site e também se viesse com interesse voltado ao turfe (corridas de cavalo), constataria que também foi enganado com o texto oficial que diz: "ao lado esquerdo a Hípica Jorge Sera, em cancha reta de 500 m com quatro pistas, atraindo admiradores do turfe de diferentes regiões para a prática deste esporte bem como competições regionais".

Diante do quadro caótico, que vive o Parque do Monge semi aberto e em estado de semi abandono, pelo IAP - Instituto Ambiental do Paraná, mais este ingrediente se soma aos motivos que levaram o Diretor de Turismo, Márcio Assad a criar a campanha cidadã, Morro do Monge: Daí à Lapa o que é da Lapa e propor uma nova dinâmica para a região do morro do Monge que não é Parque e sim terras do município e de particulares. A proposta foi estudada pelo prefeito Paulo Furiati, em conjunto com o Secretário de Agropecuária e Meio Ambiente Júlio Bastos e a equipe da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Cultura, Esporte e Turismo, cujo departamento de turismo tem a frente Márcio Assad, um profundo conhecedor do Parque e região adjacente.

A divulgação que havia esta propaganda enganosa, se prestou a lembrar as pessoas da cidade e região a lembrarem, como era o Parque e como deverá ficar depois da nova configuração do local, que irá respeitar todas as normas ambientais , no entanto irá dotar o local, de estrutura necessária para atendimento ao visitantes, turistas e pessoas da comunidade que tanto desfrutavam do recanto , que além de turístico, tem um forte apelo mistico religiosos em virtude de ter sido morada do eremita João Maria D´Agostini, o Monge da Lapa, que inclusive teve aprovado na Assembléia Legislativa do Paraná seu dia Estadual que será comemorado no dia 27 de março. Explica Assad que complementa: "Neste momento em que a figura do Monge está novamente em alta, conforme constatamos no próprio texto de divulgação do Deputado que propôs a medida":

"Segundo os estudos desenvolvidos pela Paraná Turismo temos, até o momento, 49 municípios envolvidos com a história do monge João Maria", diz Douglas.

Uma das principais atrações turísticas é uma unidade de conservação que tem como principal ponto a Gruta do Monge, localizada no município da Lapa.

O parque possui uma área total de 371,6 hectares, englobando vegetação remanescente da mata atlântica, sendo atração ecológica além de religiosa.

Na Gruta do Monge existe a concentração de peregrinações religiosas promovidas por romeiros de várias partes do Brasil. A comunidade local também realiza diversos eventos durante o ano, como procissões.:
Vamos firmes na direção de nossas propostas até conseguirmos implementa-las, finaliza Assad.

https://www.clickparana.com/noticia/17974/propaganda-enganosa-do-parque-...