Biomas, bacias hidrográficas e fitofisionomia

Nesta seção apresentamos cômputos temáticos sobre biomas, bacias hidrográficas e fitofisionomias das Unidades de Conservação federais no Brasil. Para acessar as mesmas informações referentes às Unidades de Conservação federais na Amazônia Legal, acesse aqui.

Se você procura informações mais detalhadas sobre alguma Unidade de Conservação específica, pesquisas poder ser feitas aqui.

UCs federais por bioma no Brasil

 Este cômputo apresenta a quantidade total de Unidades de Conservação federais no Brasil, por bioma. As Unidades de Conservação incidentes em mais de um bioma, são computadas em cada uma das ocorrências, assim a somatória simples não reflete o número total de Unidades de Conservação. A extensa maioria das UCs federais, tanto em número quanto em extensão, encontra-se no bioma Amazônico. Os biomas Zona Costeira e Marítima, Pampa e Caatinga são os menos protegidos.

 
Bioma Qtd UCs Uso Sustentável Total Área Uso Sustentável (ha) Qtd UCs Proteção Integral Total Área Proteção Integral (ha)
Amazônia 80 28.126.158 43 31.421.483
Caatinga 5 44.449 16 1.071.097
Cerrado 15 135.794 22 4.210.058
Mata Atlântica 20 96.305 54 1.172.877
Pampa 0 0 2 2.541.979
Pantanal 0 0 2 148.322
Zona Costeira e Marítima 14 650.453 17 12.089.954

 

Foram consideradas as extensões oficiais citadas nos instrumentos legais de criação ou alteração de área das Unidades de Conservação $label_recorte, não tendo sido descontadas quaisquer sobreposições com áreas protegidas (UCs, TIs, TQs). As áreas marítimas estão contempladas.

Unidades de Conservação incidentes em mais de um bioma, são computadas em cada uma das ocorrências de bioma, assim, a somatória simples não reflete o número total de Unidades de Conservação existentes.

As Unidades de Conservação de categoria APA - Área de Proteção Ambiental - não estão incluídas neste cômputo.


FONTE: Instituto Socioambiental/Programa Monitoramento de Áreas Protegidas - SisArp (Sistema de Áreas Protegidas) - 22/07/2018. De acordo com a base cartográfica de Unidades de Conservação produzida pelo ISA e base de biomas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Escala 1:5.000.000)

UCs federais por bacia hidrográfica no Brasil

 

Este cômputo apresenta a quantidade total de Unidades de Conservação federais no Brasil por bacia hidrográfica (nível 2). As Unidades de Conservação incidentes em mais de uma bacia, são computadas em cada uma das ocorrências, assim a somatória simples não reflete o número total de Unidades de Conservação. As bacias com maior ocorrência de UCs são as bacias do Oceano Atlântico – que abrange inclusive quase toda a extensão do litoral brasileiro -  e dos rios Madeira, Negro e Purus, na Amazônia Legal. Entretanto, evidentemente esta análise deve relevar a extensão comparativa das bacias. 

 
Bacia Hidrogáfica Qtd UCs Uso Sustentável Total Área Uso Sustentável (ha) Qtd UCs Proteção Integral Total Área Proteção Integral (ha)
Araguaia 1 17.376 2 559.824
Cuiaba 0 0 2 71.987
Doce 1 1.424 7 73.824
Foz do Amazonas 8 1.068.525 0 0
Grande 0 0 2 121.818
Guaiba 1 1.130 3 2.484
Gurupi 2 30.262 1 154.340
Iguacu 1 7 3 170.052
Itajai 2 5.318 1 56.809
Jaguaribe 1 38.934 2 22.422
Japura 1 148.808 1 832.120
Jari 1 1.992 2 1.823.417
Jatapu 2 255.105 1 943.208
Jequitinhonha 1 6.929 2 107.284
Jurua 7 2.435.995 1 846.970
Jutai 3 356.596 1 290.709
Litoral AL, PE e PB 2 6.770 3 10.305
Litoral AP 1 457.874 4 2.044.349
Litoral CE e PI 2 1.170 2 12.557
Litoral ES e BA 2 2.806 6 80.233
Litoral Nordeste MA 3 32.104 1 149.756
Litoral Noroeste MA 3 179.549 0 0
Litoral Norte RN 0 0 1 9.047
Litoral PA 9 146.189 0 0
Litoral PB e RN 1 5.836 1 2.525
Litoral RJ 1 4.355 9 154.397
Litoral RS 0 0 2 66.530
Litoral RS e SC 1 890 4 54.725
Litoral SP, PR e SC 1 1.163 5 149.221
Litoral Sul ES 1 534 4 41.933
Madeira 15 5.022.653 14 6.633.690
Mearim 0 0 1 117.528
Miranda 0 0 1 44.465
Negro 5 3.131.174 10 6.152.953
Oceano Atlântico 17 531.154 15 12.045.935
Oiapoque 0 0 2 1.041.324
Para 7 453.841 0 0
Paraguacu 1 10.207 1 152.554
Paraguai Alto 0 0 1 29.742
Paraguai Baixo 0 0 1 33.040
Paraguai Medio 0 0 2 109.010
Paraiba 1 234 0 0
Paraiba Do Sul 0 0 4 36.734
Parana D3 0 0 1 31.342
Parana Esq 0 0 3 92.152
Paranaiba A1 0 0 1 13.397
Paranaiba A3 2 8.937 2 29.381
Paranaiba B1 0 0 1 167.051
Paranapanema 1 4.764 3 32.160
Pardo 2 49.384 2 22.232
Parnaiba Alto 0 0 3 1.404.646
Parnaiba Baixo 2 21.162 2 6.364
Parnaiba Medio 1 172 2 243.994
Paru 1 218.896 1 65.592
Piranhas 0 0 1 1.120
Purus 13 6.670.721 5 2.595.134
Ribeira 2 2.885 2 21.192
Rio de Contas 0 0 2 27.591
Sao Francisco Alto 0 0 5 166.172
Sao Francisco Baixo 0 0 1 6
Sao Francisco Medio 2 12.898 5 705.984
Sao Francisco Sbm 1 3.017 4 200.907
Tapajos 10 3.570.371 6 3.342.194
Tiete 3 5.879 0 0
Tocantins 9 792.704 8 1.360.599
Trombetas 1 191.368 1 409.525
Uruguai Nacional 1 205 4 42.717
Vaza Barris 1 145 3 41.780
Xingu 7 3.413.716 4 4.144.317

 

Foram consideradas as extensões oficiais citadas nos instrumentos legais de criação ou alteração de área das Unidades de Conservação $label_recorte, não tendo sido descontadas quaisquer sobreposições com áreas protegidas (UCs, TIs, TQs). As áreas marítimas estão contempladas.

Unidades de Conservação incidentes em mais de uma bacia hidrográfica, são computadas em cada uma das ocorrências de bacia, assim, a somatória simples não reflete o número total de Unidades de Conservação existentes.

As Unidades de Conservação de categoria APA - Área de Proteção Ambiental - não estão incluídas neste cômputo.


FONTE: Instituto Socioambiental/Programa Monitoramento de Áreas Protegidas - SisArp (Sistema de Áreas Protegidas) - 22/07/2018. De acordo com a base cartográfica de Unidades de Conservação produzida pelo ISA e a base de bacias hidrográficas da Agência Nacional de Águas - Ministério do Meio Ambiente (Escala 1:1.000.000; bacias nível 2).

UCs federais por fitofisionomia no Brasil

Este cômputo apresenta a quantidade total de Unidades de Conservação federais no Brasil por fitofisionomia, ou seja, caracterização do tipo de cobertura vegetal originária (IBGE). UCs incidentes em mais de uma fitofisionomia são computadas em cada uma das ocorrências de fitofisionomia, assim a somatória simples não reflete o número total de Unidades de Conservação existentes. Estes dados podem contribuir para a avaliação do desenho estratégico de conservação através de áreas protegidas e de suas possíveis lacunas. 

 
Fitofisionomia Qtd UCs Uso Sustentável Total Área Uso Sustentável (ha) Qtd UCs Proteção Integral Total Área Proteção Integral (ha)
Campinarana 2 211.029 6 710.066
Contato Campinarana-Floresta Ombrófila 4 614.157 8 2.689.579
Contato Floresta Ombrófila-Floresta Estacional 1 44.940 2 19.150
Contato Savana Estépica-Floresta Estacional 1 145 5 98.657
Contato Savana-Floresta Estacional 7 77.168 18 1.194.330
Contato Savana-Floresta Ombrófila 10 436.316 10 1.774.807
Contato Savana-Floresta Ombrófila Mista 0 0 1 5.640
Contato Savana-Formações Pioneiras 3 22.471 12 1.828.341
Contato Savana-Savana Estépica-Floresta Estacional 1 156 1 77.573
Estepe 0 0 4 49.660
Floresta Estacional Decidual 5 58.683 7 572.603
Floresta Estacional Semidecidual 1 18 15 442.528
Floresta Ombrófila Aberta 39 9.143.668 25 8.376.109
Floresta Ombrófila Densa 67 18.204.417 67 14.866.302
Floresta Ombrófila Mista 3 8.538 11 103.820
Formações Pioneiras 27 1.016.370 13 1.396.200
Refúgio Vegetacional 0 0 3 221.095
Savana 9 110.596 27 2.326.778
Savana Estépica 2 3.127 12 706.840

 

Foram consideradas as extensões oficiais citadas nos instrumentos legais de criação ou alteração de área das Unidades de Conservação $label_recorte, não tendo sido descontadas quaisquer sobreposições com áreas protegidas (UCs, TIs, TQs). As áreas marítimas estão contempladas.

Unidades de Conservação incidentes em mais de uma fitofisionomia, são computadas em cada uma das ocorrências de fitofisionomia, assim, a somatória simples não reflete o número total de Unidades de Conservação existentes.

As Unidades de Conservação de categoria APA - Área de Proteção Ambiental - não estão incluídas neste cômputo.


FONTE: Instituto Socioambiental/Programa Monitoramento de Áreas Protegidas - SisArp (Sistema de Áreas Protegidas) 22/07/2018. De acordo com a base cartográfica de Unidades de Conservação produzida pelo ISA e base de fitofisionomias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Escala 1:5.000.000)